domingo, 25 de outubro de 2009

... PARADA LIVRE DE PORTO ALEGRE ...


'' VIVER E NÃO TER A VERGONHA DE SE FELIZ"


Essa foi a sensação que tive hoje, enquanto assistia à 13º PARADA LIVRE DE PORTO ALEGRE. São muitos sentimentos que vem a tona. A sensação de liberdade de expressão e orgulho de ser o que é, sem vergonha dos outros. Vem a lembrança dos tempos reprimidos, das angústias por não pode falar e fazer o que queria, pelo preconceito sofrido. Outros sentimentos também estavam lá, uns que ainda mexem muito comigo e foi a coisa que mais me abalou sentimentalmente.


Hoje, depois de uma grande evolução, me sinto orgulhoso por ter passado por tudo isso e ser hoje quem eu sou. Uma pessoa realizada com minha opção e com apoio dos amigos e família. Isso não tem preço!


A OPÇÃO É DE CADA UM E NINGUÉM TEM NADA A VER COM ISSO, AFINAL...


'' SOMOS TODOS HOMO sapiens!"


[*Di, assume sua sexualidade neste blog quando não tem mais o porque esconder isso de ninguém.]


terça-feira, 20 de outubro de 2009

... LOIRO ....


Desde pequeno, sempre fui aqueles meninos lorinhos dos cabelos cogumelos. Beeem lisinho e sempre brilhoso. Depois dos meus 10 anos, o cabelo foi escurecendo, até ficar da cor de hoje. Castanho escuro. Mas minha mãe e minha irmã, ainda são loiras.




Sexta -feira, inventei a besteira de voltar a ser loiro. Fui com minha mãe no salão de beleza, e fiz reflexos. Não satisfeito com as pequenas mexas, fui e pintei TODO o cabelo de loiro. Ainda não satisfeito, quis mais e mais claro. Resultado: quatro aplicações químicas e cabelos totalmente loiro, além de um couro cabeludo cheio de feridas.




Brinquei de ser loiro o final de semana todo. Choquei o povo nas festas e todos estavam curtindo meu estilo Britney de ser. Sou loiro e posso tudo! O loiro estava ficando amarelo e enjoei, hoje, voltei a ser moreno.




Gastei horrores, minha cabeça tá doendo muito e não consegui chegar na minha cor natural. Mas pelo menos, fui loiro por um final de semana!




[*Di, posta aqui sempre que faz coisas de loiros.]

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

... FELIZ DIA DAS CRIANÇAS ...


Olhar sincero, pensamentos inocentes e uma cabeça cheia de ideias e sem nenhum problema para se preocupar! Essa, é a melhor parte de ser criança.


Elas encantam a gente, elas nos fazem dar boas gargalhadas, elas nos fazem acreditar que o mundo ainda tem jeito, que nem tudo está perdido...


Eu, particularmente, tenho 3 crianças que AMO de paixão.


E não adiante, todos nós, ainda temos uma criança, cheia de boas intenções, lá dentro.


RECADINHO ALEGRE DO DIA:


Feliz dia das Crianças meu blogueiros que adoro tanto. Depois de ler o posto de hoje, saia da net e vai brincar de casinha, ou seja, papai e mamãe e, seja feliz a cima de tudo, pois isso que interessa. Apenas não faça a tolinha, use camisinha! ;)


[*Di, escreve aqui sempre que está de bom humor, depois de um dia super divertido com sua melhor amiga. Deseja uma doce e divertida semana para todos. No próximo post, promete ''a verdade nua e crua''. FICADICA]

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

''... DEPOIS DE VOCÊ OS OUTROS SÃO OS OUTROS ...''

Um dia desses, estava em uma casa notura, durante a semana, conversando com amigos e a turma baladeira de sempre, quando escuto uma música e, me emociono na hora. Uma música linda, com uma letra que se encaixa perfeitamente nos meus sentimentos. Separei um vídeo com a tal música:

video

Então, a letra já resumiu tudo. Andei pensando, que não adianta eu ficar procurando que não vou achar ninguém parecido com a pessoa amada. É difícil, a gente fica comparando, tentando achar alguém que o valha a pena. Não to dizendo que ninguém presta, ou que to procurando só as qualidades nas pessoas. Deixa o Di explicar...

Quando a gente ama alguém de verdade, mesmo que não se está junto com a pessoa, devemos aprender a lidar com a situação, pois nesse caso, é muito melhor ter do lado do que não ter ela. Por isso, aprendemos a conviver de um jeito diferente, tornar esse grande amor em uma grande amizade, mas com o respeito de não fazer nada o que possa magoar os corações, por que isso é importante, tanto no amor, quanto na amizade.

Com certeza, os sentimentos sempre vão existir, e ninguém substitui ninguém, cada um é único e incomparável.

Portanto, não que eu não quero me apegar a outra pessoa, apenas no momento não posso retribuir, e não quero magoar ninguém, não faz meu perfil. Vou vivendo minha vida assim, aprendendo coisas novas e me divertindo com os amigos... Será melhor assim!

“... depois de você, os outros são os outros e só... ’’

[*Di, percebe que ainda ama ele e que prefere deixar a vida levar as coisas como deve ser levado. No momento, seu estado civil é LLM, e um dia volta aqui pra explicar isso melhor. Está feliz assim e ponto.]

domingo, 4 de outubro de 2009

... FORÇA ...


Hoje, ao desopilar às margens do Rio Guaíba, assistindo aquele lindo pôr-do-sol, concluo com uma amiga, que Deus não deixa a gente carregar uma cruz maior do que podemos suportar. Em outras palavras, a gente ganha os problemas que conseguimos resolver. E quando eles são grandes, precisamos de força.


Mas tudo passa, e o apoio dos amigos e das pessoas que amamos muito são o melhor remédio, nem que seja apenas para dar aquela abraço apertado que valem por mil palavras. E, nesse momento que mais estou precisando dos meus amigos, é que realmente descobri aqueles que se importam comigo de verdade, aqueles que são realmente verdadeiros. E hoje, fazendo um balanço geral, tenho poucos grandes amigos, mas os que tenho valem ouro!


Vou repensar alguns conceitos depois de tudo isso! A males que vem para o bem...


;)


[*Di, faz duas semanas que virou pai de sua mãe e assumiu todas as responsabilidades dela. Sua mãe está passando por problemas de saúde bem graves, mas que tem cura. É só querer se ajudar e seguir o tratamento no local adequado. Hoje está um pouco mais calmo e conformado com o tamanho de sua cruz. Agradece a Deus e a Nossa Senhora de Guadalupe pela força que está tendo e, agradece também os amigos e a ele, pelo grande apoio nessa hora tão difícil. Di ainda pede desculpas pelo afastamento, mas estava tudo muito difícil e foi necessário. Promete voltar mais forte, pois está aprendendo a lidar com a situação.]