domingo, 1 de agosto de 2010

... UM MÊS ...


''De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.''


O sábio e apaixonado William Shakespeare que escreveu esse poema acima, e lendo ele hoje, como sempre, ele tem razão, não existe barreiras e nem distâncias que impeçam um amor verdadeiro. Ainda mais quando as almas se entregam.


[*Di, posta um poema aqui e escreve neste domingo, pois está completanto um mês de namoro. Amo muito seu namorado e reza sempre para que tudo continue dando certo. Deseja à todos leitores um ótimo início de semana.]

2 comentários:

Fala garoto, fala garota. disse...

amém!!!
que seja eterno enquanto dure, posto que é chama...
amo shakespeare!!!
beijos, di, amooor pra ti.

Rolando disse...

Olá. Tudo blz? muito legal aqui. Gostei da foto. Apareça lá. Abraços.